ESCRITOS : OS MEUS TEXTOS

Escrever

Escrever pode ser

A felicidade

A acontecer.

A luz nas palavras

A tonalidade no grito

A harmonia no silêncio

No corpo atormentado

Do que é dito.

O respirar

O gosto de expressar

A incontida emoção

Como se houvesse

Uma palavra solta

no lugar do coração.

Escrever pode ser

A forma absoluta

De dizer.

O conforto

O modo de exorcizar

O delírio enebriante

No aroma doce

E fecundante

das palavras.

Escrever pode ser

O acto sublime

Que liberta e redime

O instante pleno

De amor ou de prazer.

Escrever pode ser

Tudo e nada

O que se diz de uma vida

No sussuro quente

De uma simples palavra.

* Rui Gonçalves da Silva

Isto de Escrever : é um modo íntimo de dizer, numa voz feita de segredos, que se desvendam pela palavra, esse corpo onde se escondem gritos, gestos e afectos, como se pela escrita se abrisse o corpo e o coração voasse e fosse estrela, a murmurar tudo o que alguém sente. Pela escrita somos o que pensamos e em cada palavra, todas as palavras, para edificar um sonho, para dizer, para esculpir no papel, o que fica de nós, para sempre.