* Tunísia

A Tunísia é um

País muçulmano na zona setentrional de África, destino turístico de crescente procura e que faculta umas férias, numa realidade árabe, com praias imensas de águas tépidas e uma oferta hoteleira significativa, com hotéis sumptuosos que se tornam oásis num País em desenvolvimento, com limitações, surgindo o turismo como recurso e alternativa.Destas férias, numa semana, na parte Central e Norte, em torno de Tunes - capital - e uma quantas cidades ( p. e. Hammammet, e outros locais como Cartago, Nabeul, Sidi Bou Saíd) deu para ver um pouco desta cultura e das condicionantes de vida, num povo afável e dependente.O Hotel ( Meliã El Moradit Hammamet) em Yesmine, perto da cidade de Hammamet, tinha boas condições, espaço, com acesso a praia privada. Face ao câmbio do dinar, o custo de vida era muito acessível para nós. Visitar a Médina e os seus Souqs ( mercados), esses labirintos de comércio, aromas e cor, onde o regateio é a marca, é um mergulho profundo nesta cultura. Os objectos em venda, essencialmente artigos em pele/couro ( malas, sacos, sapatos) cerâmicas, a tapeçaria, artefactos de cobre, roupas tradicionais e produtos alimentares próprias dos muçulmanos, prevalecendo as especiarias, e as tâmaras .

A venda de tapetes é uma constante e há circuitos para estrangeiros, visitando unidades fabris ('?), onde é forte a pressão para vender e a estratégia comercial é intensa.

Cartago é um local de visita incontornável, pela ruínas e pelo museu, onde é os azulejos romanos se distinguem.

`Neste País de Sol, mar, areia, camelos, tâmaras, em Sidi Bouy Said, prevalece o branco e o azul das casas, com o mar em fundo, de azul turquesa e um céu de azul intenso.

As gaiolas brancas de todas as formas, feitios e tamanhos, os pratos coloridos ,a cerâmica, os tapetes típicos, marcam este País, humilde, pobre e politicamente condicionado, um destino de férias, exótico, com uma oferta acessível, e agradável de visitar.