* MUSICAS‎ > ‎

* UKULELE - pequena viola do Havai com origem na Madeira

Vídeo do YouTube










I
SRAEL KAMAKAWINÓLE (IZ) é um cantor Havaiano (EUA), já falecido, que popularizou o UKULELE, particularmente na canção famosa em todo o mundo " Somewhere over de rainbow/ What a wonderful world". Entretanto este cantor já faleceu.

Vídeo do YouTube







UKULELE - instrumento musical conhecido em todo o Mundo, tem origem na Madeira


A História : Da madeira ao Havai/da braguinha ao UKULELE




Nesta incursão pelos tempos, pela memória, pelos caminhos da emigração, para acompanharmos a história do UKULELE, e constatarmos a sua origem  nos emigrantes madeirenses, que levaram consigo a sua braquinha, para quebrar a distância e alegrar a saudade da sua terrra/ilha natal, temos de ir até ao HAVAI, agora 50º Estados dos Estados Unidos, formado pelo conjunto das 8 ilhas ( conhecidas origináriamente por Ilhas Sandwich).

Há 140 anos, em pleno verão de 1878, o navio alemão ‘Priscilla’ zarpava do Funchal com destino às ilhas Sandwich. Quatro meses depois, a 30 de setembro, aquela embarcação alemã - de madeira, com três mastros – aportava em Honolulu e inaugurava um movimento migratório que nos primeiros dez anos transportou mais de 11 mil emigrantes portugueses – a maioria da Madeira e dos Açores – para aquelas ilhas do Pacífico. Vivia-se a primeira vaga de emigração portuguesa para tão longe.  João (John) Elliott de Castro, o primeiro colono luso e distinto médico do rei Kamehameha, havia inaugurado, décadas antes, a travessia que na segunda metade do século XIX transportava a força do trabalho luso para as plantações de cana-de-açúcar. Hoje os seus bisnetos são empresários de sucesso e dão cartas na política. 

A investigadora madeirense Ana Isabel Spranger destaca que a contratação dos portugueses foi sugerida pelo alemão William Hillebrand, um botânico que realizou pesquisas no Havai, na Madeira e nos Açores. Em 1876, numa carta enviada aos produtores havaianos de açúcar deixou explícito: "As nossas ilhas não poderão ter uma melhor qualidade de imigrantes do que a população das ilhas da Madeira e Açores. Sóbrios, honestos, pacíficos e trabalhadores, eles combinam as qualidades de bons povoadores." Hillebrand preparou o embarque. Paralelamente negociava-se um tratado com o Havai (então um reino independente) com Portugal, concretizado em 1882 com a visita do rei Kalakaua a Lisboa. O contrato anterior estipulava dez horas de trabalho diário, um salário de 10 dólares americanos por mês, o direito a uma ração diária, alojamento, horta, assistência médica e fármacos gratuitos. O salário das mulheres e as crianças caía para 6,50 dólares, nota a investigadora madeirense. A companhia alemã fixou o bilhete do embarque no ‘Priscilla’ em 75 dólares por adulto, pago pelas autoridades havaianas. Na década de 1890, os portugueses eram considerados ‘negros’ no Havai. Mas em 1920 passavam já por ‘haole’, termo havaiano que identifica os americanos recém-chegados às ilhas.

Em termos de registo histórico refira-se que a  23 de Abril de 1879 partiram do Funchal no veleiro britânico " Ravenscrag" rumo ao Havai, um grupo de 419 madeirenses, que procuravam melhores condições de vida e fortuna por essas ilhas longínquas do Pacífico, de clima ameno e paisagens exuberantes, para trabalharem sobretudo na safra da cana-de- açúcar e nos seus engenhos e passados quatro longos meses de viagem difícil, exaustos chegaram a terra firme, cantando a sua alegria - ou saudade -  acompanhados por tocador de  machete (braguinha), para espanto e encanto dos nativos, que vibraram ao escutar a melodia e o ritmo frenético e saltitante daquele instrumento diferente, do resultaria depois, por inspiração deste, no célebre UKULELE.


As origens do UKULELE


O UKULELE, esse instrumento musical  de cordas, tipo viola, adoptado em tantas tradições culturais/musicais pelo Mundo, conhecido erradamente como "guitarra havaiana", por ser a partir da música popular do Havai que tem sido mais  divulgado, tem todavia, origem madeirense, como consta da sua história e é reconhecido pelos seus divulgadores.

De facto, o UKULELE  é um instrumento musical que tem a sua origem a partir de dois instrumentos musicais da Madeira - o MACHETE madeirense, pequena viola também conhecida por braguinha, derivada do cavaquinho português e do RAJÃO, viola de cinco cordas da Madeira - instrumento que foi levado pelos madeirenses aquando da sua emigração para o HAVAI, para o trabalho da cana do açúcar.

O cavaquinho, por sua vez, é um instrumento de cordas, que tem a sua origem no Norte de Portugal ( em Braga) e que terá sido levado para a Madeira, dando origem ao "Braguinha" - designação a partir do instrumento de Braga?-  por isso se considera que o Cavaquinho será o "pai" do Braguinha  que por sua vez derivou no UKULELE.

UKULELE, é a expressão deste instrumento, no idioma havaiano e que significa " pulga saltitona", assim designado pelos nativos, pela pequena dimensão do instrumento, pela rapidez na execução das melodias, pelo som, pela imagem que este instrumento novo e singular, causava, de maravilha e encanto, pela sonoridade exaltante,pela musica alegre e contagiante que emanava.
Hoje é um instrumento muito escutado em todo o Mundo, múltiplos instrumentistas tocam-no, em famosas   melodias, sendo um  instrumento gracioso pelas suas dimensões pequenas , mas enorme na sua sonoridade e alegria.

Mas por isso não há que esquecer a sua origem, exactamente pela memória devida a esses anónimos emigrantes, que partiram da sua terra ( a  Ilha da Madeira- Portugal ) e para saciarem a saudade, levaram consigo este pequeno instrumento, para lembrar a sua terra, nas melodias que sempre recordavam, para sublinhar  os momentos de alegria e também de nostalgia.

Ainda hoje, nas festas populares da Madeira, nos "arraiais", escuta-se o rajão, a braguinha, o machete, na musica tradicional, nas cantigas ao desafio, além de incorporar a parte instrumental dos grupos folclóricos da Região,
escutado em tantos temas, particularmente do tão conhecido "bailinho da Madeira 

Em 1979, por altura da comemoração dos centenário da viajem  do "Ravenscrag", foi celebrado protocolo de geminação entre a cidade do Funchal e Honululu, capital do Havai.

Em 2019, realizou-se na Madeira colóquio subordinado ao tema " Da Madeira para o Hawai, um contributo histórico-musical - Do Braguinha ao UKULELE, uma viajem de 140 anos" inserido nas comemorações dos 600 anos do Descobrimento da Madeira e do Porto Santo, celebrando deste modo,  o papel dos emigrantes da Madeira nas terras do Hawai, no surgimento do UKULELE, herdeiro da Braguinha/Machete/Rajão/Cavaquinho, na sua evolução como cordofone,quer em termos de dimensão, de afinação e de sonoridade.







 



* Rui Gonçalves da Silva/ Madeira


ć
Site Rui Gonçalves Silva,
24/09/2011, 05:20
Comments