* Contos fantásticos

Contos fantásticos

Correspondem a contos que publiquei, ao longo de 1992, no Diário de Noticias do Funchal, no "Diário da malta do Manel", um suplemento infanto-juvenil, onde colaborei, por convite do jornalista e coordenador então desta secção , António Jorge Pinto, com quem ainda hoje mantenho uma relação de consideração e amizade, que creio, recíproco.

Este Contos fantásticos, foram uma aventura semanal,sem rede,  num universo que foi desvendando e descobrindo, este de escrever, histórias, breves mas que se pretendiam criativas, apelando ao imaginário dos mais jovens, na linha do que já fazia na escrita das canções infantis, onde me preocupava, não em construir letras, para serem acomodadas em musicas, mas de certa forma, poemas, textos com mensagem, com corpo e alma.

Como escrevi ao tempo, a enunciar estes trabalhos "uma série de pequenos e simples contos, ao sabor da mais livre imaginação, exercícios de prazer, no gosto de sonhar e de estimular tantos sonhos calados, fazendo histórias´com o deslumbre, o encanto e a magia, que só as crianças sabem e entendem"

Contos fantásticos " porque transportam a fantasia dos pequenos deslumbramento (...) que pretendem ser uma espécie de viagem pelo maravilhoso, pelo lado bom das coisas, pela ternura, recuperando o poder encantatório das histórias simples, mas cheias de fantasia e beleza, que amenizem a violência e alguma perda da capacidade de imaginar e sonhar ".

Assim publiquei esta série de contos, que no essencial se foram na voracidade própria dos jornais, e hoje são apenas textos esquecidos, memória, que aqui reproduzo, para em mim próprio não perecer estes sonhos fantásticos, assim resgatando-os ao silêncio do esquecimento, nem que seja apenas e só para simplesmente recordá-los.
Ċ
Site Rui Gonçalves Silva,
28/09/2010, 12:15
Ċ
Site Rui Gonçalves Silva,
28/09/2010, 12:15
Comments